Não podemos controlar o vento, mas podemos ajustar as velas. - Dolly Parton

Complexo de projectos chave em mão

Informação

Cliente: EEVM - Enercon

Local: Alto Minho - Portugal

Potência: 240 MW

Construção: Oct06 - Nov08

Aerogerador: Enercon E70 and E82


Descrição

Este desafio foi-nos proposto pela EEVM, um grupo de empresas portuguesas formado pela EDF Portugal, a Finerge e a DST. O projecto está localizado no destrito de Viana do Castelo na zona da serra Gerês destrito, mais precisamente numa zona de território de invulgar beleza e protegida ao abrigo de diversos estatudos. As actividades incluiram a gestão do projecto de engenharia e a gestão da construção pelo dono de obra, para cada um dos 5 sub-parques. Incluido no fornecimento foram os aerogeradores, a rede de média tensão e de comunicação, as subestações, a integração do parque na rede (respectivos testes de controlo). A gestão do projecto incluiu o concurso, a negociação, elaboração dos contratos, a coordenação da execução, o controlo de qualidade dos trabalhos assim como a supervisão do comissionamento e finalmente a aceitação final.

Desafios

Os principais desafios neste projecto foram a quantidade de recursos para gerir (5 parques e 120 turbinas), a construção em paralelo nos vários locais e a distância / tempo de deslocação entre eles, facto que, também dificuldades ao nível da coordenação e supervisão dos trabalhos. Outro desafio foi o periodo de construção que se extendou ao longo de 2 épocas de inverno e que exigiu por isso um constante ajuste do planeamento e da gestão dos trabalhos. De realçar também o desenvolvimento de um controlador geral especifico para este projecto, cuja função era integrar os sub-parques, as linhas aereas e a subestação e permitir o controlo global no ponto de interligação. Finalmente o último desafio prendeu-se com o atraso da entrada em serviço da rede de transmissão, e que levou à adicional tomada de medidas e implementação de testes de pré-comissionamento.

Soluções

As soluções passaram por uma escolha de empreiteiros experientes e locais para os trabalhos, um planeamento constante e reforço das equipas quando necessário. Foi estabelecido uma linha de comunicação e informação para supervisão e controlo de qualidade. Ao nível da engenharia, tanto o desenvolvimento como os testes do controlador seguiram uma implementação progressiva sendo que o teste final foi executado conjuntamente com o gestor de rede pública.

Resultados

Os resultados foram bastante positivos. O projecto de engenharia provou ser adequado e robusto e a execução pode ser concluída dentro dos tempos normais para um projecto desta dimensão, os atrasos motivados sobretudo pela metereologia desfavorável e atraso na entrada em serviço da rede pública. O cliente mostrou-se satisfeito com as soluções encontradas e com a execução do projecto.